Submersas submarinas

16/10/2023

Pontes por onde caminhamos conceitualmente... Tipo Jaqueline, Hélade Renzo e Claudio Amaro... Estão... Submersas. E em suma... Em submarinas vontades de afirmações geneticamente predestinadas avançam pelos mares famintos em pressas. Pressas em devorarem cidades a fim de serem monumentos imagens às semelhanças de Atlantas já passadas. Afogadas aos casarões pelas janelas devaneadas. Que por aqui estrangulam águas suaves em mais e mais caminhadas.

Que assim sendo depressa... Coexistindo com sóis com brilhos espectrais tudo invadem. Refletindo escamas tez de arestas sem nada adiarem. Como mortes estando powerficadas tipo obras de artes. Distante dos destroços serpentinos por todas as partes. Tipo Nero namorando Roma em chamas. Assistindo por meios dos âmbares cadentes maquetes se engasgarem nas próprias entranhas das amas. E em sorrisos dizem: profecias estão nos fundos como preces.