Que outros o amem

28/01/2024

"Se nosso Eu, conforme Pascal e o cristianismo, é sempre odiável... Como poderíamos supor e admitir que outros o amem? Seja Deus ou humano! Seria contrário a toda decência, fazer-se amar sabendo muito bem que merece apenas ódio – para não falar de sentimentos outros, de repulsa. "" Mas este é justamente o reino da graça."". Então o seu amor ao próximo é para vocês uma graça? Sua compaixão é uma graça? Bem, se isso é possível para vocês, deem um passo adiante: Amem a si mesmos pela graça. Então não terão necessidade de seu Deus, e todo o drama da queda e da redenção se desenvolverá em vocês mesmos até o fim.". Friedrich Wilhelm Nietzsche. Aurora. Enfim... Pensem nessas palavras nietzschianíssimas. E dessa forma se apaixonem mais e mais por mais de-eus mesmos em si mesmos.