Olá homizio

23/06/2023
Caramba... Que chuva sinistra. Pensei que não iria conseguir dizer olá homizio. Mas... Que sorte tive. Mas já li em algum lugar que é melhor empregarmos em suportar infortúnios que nos acontecem do que em prever os que nos podem acontecer. Ou será que li que neves e tempestades matam flores, mas nada podem contra sementes. Ou por outro lado gêmeo da mesma história de homizio... Que amor-próprio são balões cheios de ventos, do quais saem tempestades quando os picam. Lembro de ter lido também que formam-se mais tempestades em nós mesmos que nos ares, nas terras e nos mares... É preferível suportar males que temos do que voar para aqueles que não conhecemos. Ou seria que maiores provas de coragens são suportar derrotas sem perder ânimos...