Nuvens e Wi-Fi

20/11/2023

Em nuvens... Óbvio que suspensas nos Wi-Fi... Escutávamos mais e mais tanto faz. E observávamos com seguranças navios afundando e nada mais. Pois não mergulhávamos. Mas respirávamos nas calçadas com combustíveis envenenando capacidades de todos em se divertirem nas águas. Pois com entorpecentes que não entorpecem... Seguíamos espumando venenos penetrantes e suaves. Onde afogávamos brônquios em graxas e gritos às aves. Imaginando castigos que não nos aguardavam nas voltas das horas. E limpezas de outros desencantos enquanto jurávamos assegurarmos pedestais de palhas que enfeitavam Ágora. E protegidas de quaisquer ferrugens. Dessa forma perdemos ares e abrigos das nuvens.