Não deixe de estar lá

14/05/2023

Só ele sabe como foi duro o fechar dos olhos. Pois sempre... ele pensava no calvário. Dessa forma, 2ooe0nze sem fim via aquilo acontecendo bem na sua frente. E a voz sempre dizia: Não deixe de estar lá. Depois das palavras, toda aquela sensação das costas furadas pelos chicotes.

Enfim... 2ooe0nze sucumbia. Sua cabeça segurava a coroa com espinhos cravados em suas potenciais subjetividades geneticamente predestinadas. E suas powers vontades de afirmações pulsavam em questionar: Eu me preocuparia? Eu me preocuparia? Ou só ficaria olhando fixamente?

Então numa transpiração continuamente inconstante... A voz e aquelas palavras mais uma vez: Não deixe de estar lá... Lá, sendo apenas mais um rosto na multidão, quem sabe se escondendo, rindo em voz alta! Enfim... Tanto faz. Depois da morte do caminho, todos são imagens à semelhanças das mais raras jóias dos céus.

Dessa forma, conforme Hélade Renzo marcha em direções à Jaqueline, ambas marcham para aqueles montes alimentícios. E... Eu... ainda posso imaginar todo o sangue e o suor na fronte daqueles que são condenados. E conforme passam; permitem ver em seus olhos... que suas dores são as mais profundas dádivas à seus amores.