Mantendo janelas estimuladas

20/09/2023

Nerudianas e infonautas 2ooe0nze... Através de janelas memorabílicas... Repetições de reconsolidações a fim de powerficações dos funcionamentos dos sistemas nervosos centrais e periféricos que estamos... Detectam familiaridades que se dessincronizam ao se sincronizarem com outras diversas, desiguais e discrepantes possibilidades em momentaneidades que estamos humanos fenomênicos. Isso em teias relacionais interpessoais cujos princípios se perdem nas trilhas dos cotidianos corriqueiros. Devaneadíssimo isso né? Enfim...

Seja como for... Em suma... Sempre que estamos em situações de confortos cognitivos – medos alimentados por palavras super powers em familiaridades não existentes... Necessitamos lutarmos contra chamada reação de luta e fuga. Pois nas presenças de estímulos interpretados momentaneamente ameaçadores... Sendo sugestionáveis pontuais ou imaginárias; neles há ativações dos sistemas nervosos autônomos em adaptabilidades suplantadas em duplipensões.

E dessa forma variabilidades precisamente powerficadas pelos sistemas nervosos simpáticos; responsáveis pelas liberações de substâncias necessárias para que organismos se estimulem entre lutarem ou fugirem dos estímulos ameaçadores... Powerficam mantermos tais janelas estimuladas por respostas estresses... Aparentemente inválidas e temidas... Mas que estando; estão... Responsáveis pelas manutenções das vidas in devires. E estão extremamente essenciais aos organismos em adaptógenas fidedignidades à mais de-eus mesmos em nós mesmos.

Assim sendo... Através das memorabílicas repetições de reconsolidações a fim de powerficações dos funcionamentos dos sistemas nervosos centrais e periféricos que estamos... Detectamos familiaridades que se dessincronizam ao se sincronizarem com outras diversas, desiguais e discrepantes possibilidades em momentaneidades que estamos humanos fenomênicos. Humanos fenomênicos em teias relacionais interpessoais cujos princípios se perdem nas trilhas dos cotidianos corriqueiros.

Pois seja como for... Em suma... Sempre que estamos em situações de não confortos cognitivos, medos alimentados por palavras super powers em familiaridades não existentes já existindo... Necessitam lutarem contra chamada reação de luta e fuga. Pois nas presenças de estímulos interpretados momentaneamente ameaçadores... Sendo sugestionáveis pontuais ou imaginárias... Neles há ativações dos sistemas nervosos gênicos por mais vontades de afirmações deflagradas em codificações que se decodificam em mais de-eus mesmos em nós mesmos... Panta rhei babys.