limiar de outras possibilidades

31/07/2023

Internéticas e internetianos 2ooe0nze... Possivelmente de depois de amanhã para frente; será powerficado limiar de outras possibilidades cronológicas por aqui nos corriqueiros conteúdos 2ooe0nze. Ainda não consigo pontuar características. Pois tudo depende do que eugenias bosquejadas têm pra Jaqueline, Hélade Renzo e eu na data de hoje e de amanhã. Enfim...

Do mínimo que já assimilei... Tudo serão arbitrariedades powers em fantasias caprichosas corpônicas mais poéticas, enigmáticas, performativas, despreocupadas com estéticas literárias, etc. Nada que consiga vencer predestinações genéticas do ambiente 2ooe0nze. Que pra agora é ser ágora power em flertar com palavras aleatoriamente devaneadas a fim de mover mais de-eus nós mesmos que se movem genetonicamente em nós. Dessa forma...

Nesse outro diverso, desigual e discrepante limiar... Tudo que para muitos de nós já se cotidianiza; vai permanecer. Mudanças mais explícitas estarão nos roteiros. E no cronograma. Assim sendo; expográficos fruídos fluindo deliberados em si mesmos desde sempre permanecerão. E desejo profundamente que investimento dos tempos insubstituíveis de vocês em honorabilidades à nós... Também permaneçam.

Pois não existimos sem vocês. Por outro lado gêmeo das mesmas histórias genetônicas mitológicas demasiadamente humanas... Vocês existem sem nós. Mas acredito que já temos cantinhos íntimos nos imaginários poéticos powerficados imperceptivelmente em perceptividades que se metamorfoseiam em vocês. Minhas fés nisso são alimentadas pelos pouquíssimos feedbacks.

Mas para limiar das fés... Basta pequeníssima chama para manter chamas das fés acessas. Importante é alimentar tal chama que nos chama. Pois em suma... Fogo... Estando acesso... Necessita ser alimentado para que não se apague. Mas coisas demasiadamente humanas também inevitavelmente desmoronam. Porém... Arte mais power das vidas nesse contexto... Consiste em como reconstruímos tais coisas demasiadamente humanas que nos motivam viver mais e mais. Panta rhei babys...