frêmitos dos bentos

04/07/2023

Viajando nos frêmitos dos bentos; foram elas outoneando com vontades de afirmações de ressurgirem mais powers do que ontem. Buscando vidas mais completas. Sendo assim... Aparando sentimentos mortos, para poderem crescerem mais powers do que hoje. Numa noite de chuvas finas que caem fazendo ressurgirem plantas semimortas...

Diante das lutas travadas nos íntimos; sempre ressurgem pensamentos que pensávamos estarem mortos. Assim nas madrugadas vão passando; levando com elas o que lhes tornaram mais vivos e não passaram de insignificâncias que lutam a fim de insignificantemente significar. Sendo assim...

Em sem fins reconstruções das reconstruções reconstruídas... Entrando em processos de reconstruções dos frêmitos dos bentos; são precisos ressurgirem dos escombros ruinados. Dessa forma, em muitíssimos instantes poucos despotencializados; reconstruíram sonhos, aspirações, metas em alicerces mais powers e firmes. Buscando solidezes ao fugirem dos bancos de areias dos empréstimos dos mares. Precisando sair dos torpores... Elas devaneadas.