Em mim noviciados

21/07/2023

Ares mais que frios estimulam Claudio Amaro à abraçar Jaqueline com mais constâncias. Enquanto isso Hélade Renzo só que observa. Enfim... Em tempos úmidos, folhas secas, céus pintados com lápis cinzas... Invernos por aqui em Astorga-PR... Se vão. Se aproximam. E Claudio Amaro então se lembra das infâncias em que o mesmo pintava com variações de cores existentes e não existentes... Mundividências em tons simples aos mais complexos mais de-eus mesmos noviciados em mais de si mesmos de repentes.

Misturando cores que formam outras diversas, desiguais e discrepantes... Imagens à semelhanças de suas peles marrons terras umedecidas. E sempre lembrando das purezas infectadas por translucidadas em rios que cortam suas florestas introspectivas... Canta que todas cores são powers... Mas umas assustam mais que outras em seus grapixos em telinhas. Que bosquejam mais de-eus mesmos em tortas linhas.