Dormências das fugas

27/09/2023

Dentro dos peitos condutas não só carregam vidas in devires de tão poucas tensões... Quanto mais também estão em mais tensões em especulações. E assim sendo recuperam olhares para verem braços que eram carregados gerações por gerações.. Moldando cérebros-corações. Mesmo com rupturas que presentes apresentam. Detritos e rastros dos passados imagens às semelhanças de fosseis que se grudam nas maneiras e percepções que nem mesmo lamentam... E fugas onde estão?

Estão nas ruinas pelas quais se apresentam por demais profundas. Isso para que sendo assim lanternas sejam acessas e obscuras. Pois medos corroem e repelem instintivamente os poucos que se atrevem nas trevas dessas profundidades se iluminarem e frearem nas curvas...